O contributo das TIC como motor de inovação e competitividade na retoma da economia

A itSMF Portugal organizou a sua 11ª Conferência Anual subordinada ao tema: “O contributo das TIC como motor de inovação e competitividade na retoma da economia”, no dia 4 de dezembro, no Auditório da Torre do Tombo, em Lisboa.

A retoma económica tem sido, cada vez mais vezes, um tema presente na comunicação social. Em situações de crise, as organizações são ainda mais pressionadas para controlar, otimizar e/ou reduzir investimentos e despesas, nomeadamente nas TIC. Neste contexto, poderão as TIC dar algum contributo direto ou indireto no movimento de retoma?

É globalmente reconhecido que a melhoria da performance operacional e financeira das organizações passa pelo respetivo aumento da competitividade. E esse reforço da competitividade está diretamente associado a fazer-se mais, com menos. É precisamente nesta vertente que as TIC, através do impacto que tem nos processos internos e externos e no suporte ao negócio, constitui um elemento fundamental e decisivo na retoma económica.

O desafio para os responsáveis pelas TIC tem, por isso, dois aspetos distintos, mas complementares. Deverão, em primeiro lugar, identificar oportunidades de redução de custos e/ou de aumento da respetiva produtividade, sem impactar negativamente no valor entregue aos seus clientes internos e externos. Em segundo lugar, e talvez mais importante, as TIC deverão ser um catalisador da inovação dentro das organizações e intervir muito próximo das respetivas áreas de negócio. E é nesta perspetiva que as TIC podem contribuir decisivamente para a diferenciação das organizações e para o reforço da respetiva competitividade.